Dentro de sua linha de tratamentos noturnos Midnight Recovery, a Kiehl’s lançou um produto que estou adorando usar, também à base de óleo, capaz de remover a maquiagem rapidamente e com suavidade: Midnight Recovery Botanical Cleansing Oil.

Os principais ingredientes dessa famosa e querinha linha da marca também estão presentes no Cleansing Oil: esqualeno, óleos de prímula e lavanda. A intenção é retirar maquiagem sem agredir e sem deixar a pele oleosa tampouco ressecada, pois o produto é leve, sem sabão, não comedogênico e livre de óleos minerais e sulfato.

A indicação correta de uso é aplicar de 2 a 4 pumps na mão e massagear sobre a pele do rosto seca, em movimentos circulares, (incluindo contorno dos olhos), posteriormente enxaguando com água. No entanto, por alguma informação desencontrada, muitas pessoas misturam o produto com água na mão antes de aplicá-lo no rosto, formando uma espécie de leite limpeza (ou aplicam o óleo na pele já molhada). A textura e o resultado visual podem ser super agradáveis, porém a efetividade do produto torna-se insatisfatória, na minha opinião. A água não permite que o produto “deslize” apropriadamente pelo rosto e prejudica o poder de dissolução das sujeiras e impurezas na pele. Talvez, por isso, eu tenha ouvido algumas opiniões negativas a respeito dele.

O Bioderma Photoderm Nude Touch FPS 50+ é um protetor solar com cor que promete aliar alta proteção com aparência natural e efeito mate aveludado, indicado para peles mistas a oleosas. Como faço parte do grupo das peles oleosíssimas, logo me animei com o lançamento. Estou usando o produto e neste post falarei mais um pouco sobre seus benefícios e minhas percepções.

Por que ele é diferente?

Primeiro, porque a proteção oferecida é 100% mineral, formando uma barreira física e mais segura contra os raios UVA, UVB e luz visível.

Eu não sabia, mas existem dois tipos de protetores solares: os físicos e os químicos. O químico é o mais popular, com ingredientes que penetram nas primeiras camadas da pele e absorvem a radiação ultravioleta (altamente energética) transformando-a em radiação de baixa energia, evitando assim os danos à pele. Já o protetor solar físico não penetra na pele, pelo contrário: funciona como um escudo que bloqueia e reflete totalmente os raios solares.

O que acontece é que, pela formulação, o filtro químico geralmente é mais leve e fácil de espalhar, mas sai com facilidade. O físico costuma ser um pouco mais difícil de espalhar, podendo pode deixar o rosto levemente branco por conta da barreira que ele faz na pele, mas dura muito mais.

Aí que entra o segundo diferencial do Photoderm Nude Touch. Ele é super leve, graças à tecnologia Liquid to Powder: a principio ele é líquido, mas após 60 segundos em contato com a pele ele evapora e se transforma em pó, garantindo o efeito de pele mate aveludada. Por isso, é fundamental que se agite bem o frasco antes de usar. Aliás, não posso deixar de citar um estranhamento que ele causa na hora da aplicação: ao primeiro contato, a sensação que dá é que o produto é bem “siliconado”, até oleoso. Mas é só impressão, pois ao secar depois de alguns segundos na pele, ele alcança a textura sequinha e suave prometida.

Ainda, promete deixar a pele livre de oleosidade por 8h e melhorar a textura e a uniformidade da pele com uso contínuo.

São 3 tons: Muito Claro, Claro e Dourado, feitos para se adaptar a um amplo espectro de tonalidades de pele, das mais brancas às negras.

Sou super branquinha e fiquei feliz pelo Muito Claro funcionar em mim, pois a maioria dos produtos do tipo ainda ficam escuros demais na minha pele, mesmo nas versões mais claras. A cor é levemente amarelada, mas deu certo pois esse detalhe serviu para neutralizar um pouco do meu tom excessivamente rosado natural.

No verão tem aqueles dias que dá aquela vontade de morar na frente do ar condicionado. Porém, não podemos esquecer que, apesar de a sensação geladinha ser compensadora, devemos tomar alguns cuidados para que este hábito não afete, além da nossa saúde, nossa beleza. Afinal, no calor queremos estar refrescadas e bem cuidadas!

Para diminuir a temperatura do ambiente, o ar condicionado suga o ar e retira sua umidade, o que favorece o ressecamento da pele, dos cabelos e das unhas. A seguir, os principais efeitos de seu uso prolongado e como se proteger dos mesmo:

Pele

A pele de quem fica exposto continuamente ao ar condicionado pode ficar extra seca, sem brilho e começar coçar, agravando problemas de pele como rosácea (manchas avermelhadas no rosto, desencadeadas também por calor demais), psoríase e dermatite seborreica (a popular caspa, que pode dar nos cabelos e nas sobrancelhas).

Para prevenir, os cuidados devem começar no banho, que devem ser breves e não muito quentes. A dica é usar um sabonete hidratante, que ajuda a manter a camada de gordura natural da pele, grande aliada na proteção contra o ressecamento. Por isso, evite tomar mais de um banho por dia. E, mesmo assim, não esqueça de passar um hidratante depois, reforçando a proteção.

Após a limpeza do rosto com creme ou gel de limpeza, usar creme de hidratação facial à noite e pela manhã, sempre com produtos do tipo mais de adequado a sua pele.

Cabelos

Os cabelos tendem a ficar secos e quebradiços após exposição prolongada ao ar condicionado, tornando-se opacos, pouco maleáveis e com pontas duplas.

Evite prendê-los quando estiver com o aparelho ligado, para não favorecer a quebra. Após lavar e condicionar, use também condicionadores sem enxague (leave-ins) com agentes protetores que combatam o ressecamento e faça hidratações, no mínimo uma vez por semana.

Unhas

As unhas ficam fragilizadas devido ao ar ressecado, podendo quebrar e descamar com facilidade, já que a causa principal de unhas quebradiças é o ressecamento extremo da unha.

Uma maneira de combater esses efeitos é sempre usar um creme hidratante para mãos e unhas e investir em uma base fortalecedora. Também deve haver cuidado na hora de lavar as mãos, limitando a quantidade de sabão utilizado, assim como o tempo de exposição de suas unhas à água. O uso de sabonetes suaves, hidratantes, pode ser de grande auxílio.

08/02/2017