Perfume… aposto que todo mundo gosta de ficar cheirosa, né? Uma variedade imensa de ingredientes e combinações… Só que algo que nunca entendi bem é a nomenclatura das fragrâncias: floral frutal oriental, cítrico amadeirado… ahm? Que tal aprendermos o que significa tudo isso juntas?

Primeiro, temos que entender como funcionam os perfumes. Os óleos essenciais, também chamados de essência ou absoluto, são extraídos da natureza ou fabricados sinteticamente (como os que imitam os de origem animal, hoje em dia). Após a extração (ou fabricação), os óleos essenciais são misturados à álcool e água. É assim que nasce um perfume!

Já repararam que as fragrâncias mudam na nossa pele, à medida que o tempo passa? Isso acontece porque são compostas por três tipos de notas, exaladas e percebidas pelas nossas narinas em etapas diferentes.

As notas olfativas dos perfumes são classificadas de acordo com a ordem em que evaporam: as de saída (ou cabeça), as de coração (ou corpo) e as de fundo (ou base).

  • Notas de Saída (ou de cabeça):

Por serem as mais voláteis, são as primeiras sentidas, responsáveis pela impressão inicial do perfume. Leves e frescas, podem ser cítricas (ex: limão, mandarina e laranja) ou herbais (ex: alecrim, menta e erva doce). Duram poucos minutos na pele.

  • Notas de Coração (ou corpo):

Evaporam mais lentamente e dão personalidade ao perfume, sendo o corpo da fragrância. São exaladas quando o perfume começa a ser absorvido pela pele. Geralmente, fazem parte desse grupo flores (ex: rosa, jasmin, gerânio) e frutas não cítricas (ex: framboesa e pêssego).

  • Notas de Fundo (ou base):

Menos voláteis, fixam intensamente e são as últimas a sumirem. Dão peso e calor ao perfume. Em geral, vêm de madeiras (ex: cedro e pinho), espeçarias (ex: gengibre, noz moscada), resinas (ex: incenso), alimentos (ex: café, caramelo)  e animais (não mais – pois hoje em dia são reproduzidas sintéticamente – como âmbar e musk). Podem ou não ser adocicadas (ex: baunilha e canela).

Bom… é essa combinação de ingredientes e suas diferentes etapas de evaporação que geram o aroma gostoso que chega ao nosso nariz. Pelo menos, já dá para entender o que significa dizer que um perfume tem nota de cabeça de chá branco, coração de flor de cerejeira e fundo de baunilha, né? Hehehe! Mas, para facilitar a descrição das fragrâncias, foram criadas as famílias olfativas.

As famílias olfativas são caracterizadas pelas notas (ingredientes) dominantes no perfume. As principais são:

Cítricos

Limão, mandarina, bergamota e outros cítricos fazem parte desse grupo, um dos mais populares da perfumaria. Com fragrâncias suaves e refrescantes, engloba tanto perfumes masculinos quanto femininos. Pela alta volatilidade de suas notas dominantes, são indicados para climas quentes e duram pouco na pele.

Ex: Tommy Girl – Tommy Hilfiger; Eau d’Hadrien – Annick Goutal; CK One – Calvin Klein.

Frescos (Herbais, Verdes)

Revigorantes,  jovens e calmantes, remetem a folhas verdes e frescas (ervas cortadas, folhas amassadas, grama recém cortada). Podem apresentar notas marinhas.

Ex: Kenzo Amour Florale – Kenzo; Trèvert – Afltelier; Polo Sport, Ralph Lauren (masculino).

Frutais

Destaca-se o aroma de frutas adocicadas, como pêssego, maçã, lichia, cereja e frutas vermelhas em geral (morango, framboesa, amora e etc). Apesar do apelo feminino, também existem perfumes masculinos nessa categoria.

Ex: Wild Blackberry – Mistral; Forbidden Affair – Anna Sui; Midnight Fantasy – Britney Spears;

Florais

É a mais famosa e tradicional família olfativa, à base de flores como jasmim, lírio, rosas e gardênias, na qual são preparados verdadeiros bouquets (ou só uma flor prepondera). Mais de 50% das fragrâncias femininas caem no floral, incluindo as mais clássicas.

Ex: Poppy Blossom – Coach, Lola – Marc Jacobs; Insolence Blooming Edition – Guerlain.

Orientais (Adocicados)

Notas mais aveludadas e quentes (frequentemente adocicadas) fazem parte dessa família, como âmbar e baunilha. Os perfumes orientais costumam ser fortes, sensuais e elegantes, mas também pesados. Como as notas de base são a chave da fragrância, têm ótima duração. São tipicamente femininos.

Ex: Hipnotic Poison – Dior; Heat – Beyonce; Shalimar – Guerlain.

Amadeirados

Vocês sabem o que é um cheiro “amadeirado”, né? Caso não consigam visualizar mentalmente, lembrem de uma sauna seca ou de uma lareira. Em maioria masculinos, os perfumes amadeirados costumam ter fragrâncias mais secas (como pinho e sândalo).

Ex: She Wood – DSquared2; Azzaro – Azarro; Sensuous – Estée Lauder.