Comecei a usar o Rexona Clinical Aerosol e não podia deixar de contar aqui qual foi a minha surpresa com o produto.

Para o post fazer sentido, primeiro tenho que confessar algo bem pessoal: é difícil achar um desodorante que funcione comigo! Não sou muito de transpirar, mas após o banho, fico rapidinho com aquele cheirinho desagradável. Meia hora depois e já está me incomodando!

Dizem que isso é genético – mas não vem ao caso… Já tentei o spray de várias marcas, o roll-on (e às vezes até os dois juntos) e nada de surtir resultado. Simplesmente, eles não “seguram” em mim.

Tô felizona com esse desodorante (e resolvi até escrever sobre ele) pois foi um dos únicos produtos que funcionou em mim. Basta aplicar o jato nas axilas após o banho e – pronto – fico não só protegida do mau cheiro, como bem cheirosinha até o dia seguinte! Acho que até mais se eu deixar (mas não deixo, hehehe…)

É um alívio para mim, pois de nada adianta estar toda arrumada, limpinha e fresquinha, mas com aquela uruca de cecê, né? É vergonhoso…

O único problema é que às vezes ele acumula nas dobrinhas. Prefiro passar o desodorante só depois de já ter vestido a blusa.

A fragrância é bem gostosa e duradoura. Levemente adocicada e com sensação sequinha, aveludada.

Rexona Clinical Aerosol Extra Dry custa, em média, R$ 15,00.

Você também sofre com esse problema?

07/08/2019

Todo mundo já pensou em passar alguns dias em Berlim, na Alemanha. Portal de Brandenburg, Reichstag, Memorial do Holocausto, Alexanderplatz e o que sobrou do antigo Muro certamente farão parte dessa visita, principalmente se durar poucos dias. Mas, supondo que você tenha vários dias a seu dispor e queira ir além dos pontos turísticos óbvios: o que visitar?

Farei uma lista com os pontos turísticos não óbvios de Berlim, que também são imperdíveis:

1- Potsdam

É uma cidade vizinha de Berlim, que é seu total oposto: calma e pacata.

Dá pra ir de trem direto (S-bahn), mas o ticket precisa ter acesso a aérea C de Berlim. Com isso, lá você pode usufruir de todas redes de transporte locais (ônibus, trem, bonde, etc.)…

Lá tem vários palácios (Sansoucci, Novo Palácio de Potsdam), castelos, parques e lugares bem legais pra ir.

Um destaque é a Glienicker Brücke, ponte que liga Berlim a Potsdam e que cruza o Rio Havel. É muito lindo! Potsdam é uma cidade que vale a pena conhecer e fica só há uns 30 minutos da Alexanderplatz.

No meio do caminho é legal dar uma descida em Wannsee (um bairro afastado do centro de Berlim) pra ver o lago, logo em frente a estação…

De lá, assim como no centro de Potsdam, também há pontos de ônibus que levam pra Glienicker Brücke.

2 – Citadela de Spandau

A fortaleza um dos poucos lugares medievais e renascentistas que sobraram em Berlim depois da guerra. Dá pra ir de metrô (U-Bahn Zitadelle)!

Em algumas épocas do ano, rolam alguns festivais temáticos em que as pessoas ficam vestidas como se estivessem da idade média… vale a pena!

Não deixe de subir ao alto da torre para ter uma vista panorâmica de todos arredores de Berlim.

3 – Kurfürstendamm (S-bahn Zoologischer Garten)

Lá fica o famoso Kaiser Wilhelm Memorial, com o que restou de uma antiga igreja após a guerra.

Continue lendo >>

10/06/2019

Com muito prazer faço esse post, pois se trata de algo que eu sempre gostei muito, desde a primeira febre: malha de metal!

O revival da vez é o dos Anos 2000 (o que faz garotas como eu, que já eram adolescente na época, se sentirem bem velhinhas – diga-se de passagem). Umas das trends que rolava solta era a da malha de metal, com peças a la Britney Spears, Christina Aguilera e Paris Hilton.

Quem se lembra desses tops frente-única maleáveis, que no corpo caem como água de uma cachoeira? Eles voltaram pra valer! Os vestidos na mesma modelagem também!

Assim como naquele tempo, os acessórios feitos com o material estão com tudo, podendo ser brincos, colares, gargantilhas, bolsas, calçados e etc.

Continue lendo >>