Ontem fui ao evento de lançamento do desodorante antitranspirante Garnier Bí-O OdorBlock 2, que promete não só bloquear o odor na pele, mas também a transferência de odor para a roupa.

gostei-e-agora-desodorante-garnier-bi-o-odorblock-2-01

Fiquei super interessada por este novo produto pois já sou usuária assídua da marca, pois (confesso!) é o único desodorante que realmente é eficaz em mim. Tenho até vergonha de falar, mas as outras marcas não seguram a questão do odor em mim ao longo do dia, somente com os da Garnier fico cheirosa da manhã até a noite, no inverno ou no verão.

Não fazia ideia do motivo disso acontecer, mas descobri ontem que a linha de antitranspirantes da Garnier usa um ingrediente diferente em sua composição em relação as outras marcas: mineralite no lugar do talco. Este mineral (cujo nome verdadeiro é perlite) é bem mais leve e fininho e tem poder de absorção 5 vezes maior que o talco, o que pude comprovar em experimento realizado no evento:

talco-x-perlite-mineralite

Colocadas ao mesmo tempo sobre um algodão úmido, na mesma quantidade de peso, a perlite (mineralite) absorve muito mais rapidamente e com facilidade o líquido, em relação à performance do talco, o que pode ser observado pela presença do corante. Na nossa pele, isso acontece com o suor.

gostei-e-agora-desodorante-garnier-bi-o-odorblock-2-02

No entanto, a mineralite está presente em toda linha Garnier. Qual o diferença do OdorBlock2 então para as outras versões?

Ele possui extrato de moringa, um forte bactericida natural, usando inclusive para purificar água na África, eliminando 99,9% das bactérias existentes. Como o que causa o mau odor na axilas é a proliferação das bactérias, as propriedades de toque seco (antiumidade) e antibacteriana do Garnier Bí-O OdorBlock2 acabam com o problema, evitando também que as bactérias se transfiram para as roupas e se fixem no tecido.

Na minha última viagem aos EUA descobri um produto da Garnier que promete tudo que a gente sonhou: cabelos coloridos em tonalidades super intensas, com zero danos e sem modificar de forma permanente o tom das madeixas.

É o Garnier Color Styler.

A tinta é daquele tipo que não penetra na fibra nem modifica nada internamente (não vem com oxigenada nem reveladores) só forma um filme de cor que envolve cada fio superficialmente. Por isso, a duração prevista da cor nos cabelos é curta, fica entre 2 ou 3 lavagens. Porém, como está bem claro na embalagem, isso só é válido para cabelos saudáveis, pois nos porosos ou danificados, a coloração pode fixar e demorar um pouco mais para sair.

Escolhi a tonalidade Pink Pop, esse rosa chiclete puxado para o fúcsia, que parece ser bem lindão na embalagem. Aproveitei que as pontas dos meus cabelos já estavam claras e… passei por todas elas, tanto na parte mais escura quanto na mais clara do ombré, só para ver no que dava. E deu nisso:

gostei-e-agora-garnier-color-styler-pink-pop-cabelos-coloridos-3-lavagens-02

Wow, calma…  vamos lá! Logo após a aplicação levei um baita susto, pois ficou extremamente mais forte do que imaginava. A tintura ficou com a mesma intensidade tanto nas pontas platinadas quando no comprimento que estava mais dourado. Não era o esperado. Além disso, o cabelo ficou bem durinho e seco na região, bem pesado, creio que pelo filtro formado sobre seus fios. Era mais uma percepção de toque minha do que visual, pois quem viu pessoalmente não notou muita diferença no aspecto dos fios.

Após a primeira lavagem (e muita água rosa escorrendo ralo abaixo) o resultado já ficou mais próximo do esperado e mostrado na caixinha. Os fios ficaram mais maleáveis, mas ainda um tantinho secos, apesar de que menos do que anteriormente.

Na segunda lavagem, toda tinta já tinha praticamente ido embora da parte não platinada do meu cabelo, mas permaneceu nas pontas, em menor intensidade. Eu já esperava isso, já que as pontas haviam sido submetidas a descoloração e estavam mais sensibilizadas. Achei bem mais bonito assim, suave!

Demorou mais algumas lavagens para a cor sumir totalmente delas.

gostei-e-agora-garnier-color-styler-pink-pop-cabelos-coloridos-3-lavagens-06

A tintura é assim, bem líquida e com cor super intensa. O cheiro é um misto de floral adocicado (como se fosse um chiclete floral, hehehe). Vem nesse frasquinho preto, com 50 ml. Um kit deu para colorir o comprimento e as pontas do meu cabelo inteiro.

Tem que passar com luva e proteger bem o local em que a aplicação será realizada, para não tingir tudo de rosa. No entanto, não é difícil remover as manchas da pia e do chão, é só esfregar (mesmo depois de secas).

gostei-e-agora-garnier-color-styler-pink-pop-cabelos-coloridos-3-lavagens-05

Ah, um detalhe é que ela pega também no cabelo escuro, mas a tonalidade fica bem mais fechada, puxa para o roxo. Pude comprovar isso pois, sem querer, relou um pouco de tinta no meu cabelo natural castanho claro e ficou bem roxinho.

Desde as primeiras divulgações do lançamento de Garnier Olia no Brasil fiquei empolgada, pois o conceito de uma coloração permanente potente e duradoura sem a presença da amônia, para uso doméstico, me agradou demais! Afinal, a amônia é sempre um dos maiores vilões nos processos de tingimento e parece surreal poder tingir os cabelos em casa pra valer com um produto sem amônia em sua composição.

O que substitui a amônia? Um sistema rico em óleos, chamado de Oil Delivery System. São 4 óleos florais: girassol, camélia, flor de maracujá e limnanthes alba. Parece que, como agente alcalino, o que substitui a amônia de fato é a MEA (Monoetanolamina), bem menos agressiva e totalmente sem cheiro. A alta concentração de óleos impulsiona esse agente alcalino para dentro do fio, possibilitando até 3 tons de clareamento e 100% de cobertura dos fios brancos. No hotsite de Garnier Olia há uma breve explicação sobre o funcionamento da tinta.

Algo que me preocupava bastante era a gama de tons… será que entre as 24 tons disponíveis (veja a lista aqui) haveria algum vermelho? Fiquei super feliz ao receber da assessoria a nuance 6.66 (Vermelho Intenso), bem parecida com a tonalidade que utilizo no momento.

gostei-e-agora-garnier-olia-666-vermelho-intenso-03

Na caixinha, pouco muda em relação às colorações permanentes tradicionais. O kit é composto por:

  • 1 frasco aplicador com creme revelador
  • 1 bisnaga de creme colorante
  • 1 frasco de Tratamento Brilho Intenso
  • 1 par de luvas
  • 1 folheto explicativo

gostei-e-agora-garnier-olia-666-vermelho-intenso-02

O processo é aquele de sempre: despejar o creme colorante no frasco do creme revelador e agitar até misturar bem. Em seguida, quebrar o bico do frasco para iniciar a aplicação. O tempo de pausa é só de 30 minutos (mais curto do que o da maioria das colorações permanentes). Para finalizar, enxaguar abundantemente e utilizar o Tratamento Brilho Intensivo.

Porém, muitas diferenças já são sentidas na hora da aplicação. Um exemplo é o espaço destacável na caixa, que vira uma espécie de “porta-bisnaga”. Você não faz idéia de como isso facilita a vida de quem tinge o cabelo sozinha. Quantas vezes eu já não sujei a pia ou perdi tinta por não ter um lugar adequado para repousá-la entre cada pincelada?

Achei essa idéia simples, porém o máximo!

gostei-e-agora-garnier-olia-666-vermelho-intenso-05

Outra diferença notável é o cheiro agradável. Não arde o nariz, não irrita. A fragrância é suave,  com notas de saída de limão abacaxi, maçã e pera; notas florais de coração, com rosa mosqueta e jasmin; e notas de fundo envolventes, de âmbar, flores de Tiaré e patchouli. A textura é cremosa e leve. Não escorre.

Mas o melhor mesmo é que não arde nadica de nada! Que alívio! A pior parte de se tingir o cabelo é a sensação horrível de pinicação e ardência no couro cabeludo. E com Garnier Olia isso não aconteceu… ufa!