Eita! Mas quantos termos em inglês no título desse post! Mas não teve jeito, os elementos que utilizei na composição ficaram mais conhecidos por esses nomes… Ah! Já mostro o look e aproveito pra mostrar também o meu pixie hair pela primeira vez aqui no blog!

Vinyl pants! Quem diria que um dia ainda iria usar as calças da Mulher Gato? E o melhor: que elas estariam tão em alta na moda?

Eu só tenho a agradecer, pois sempre morri de vontade de usar calças de vinil. Essas são da Renner.

Falando em vontade, outra que matei foi a de usar cabelos curtíssimos raspados com máquina, no estilo pixie! Ensaiei a vida toda, mas agora que estou platinada recebi o chamado e só tenho algo a dizer: porque esperei tanto?

É muito pratico de arrumar (e desarrumar), só dá trabalho o fato de ter que cortar toda hora (cresce muito rápido) e por isso tem refazer a cor com mais frequência (em um corte o platinado da lateral vai embora). 

Esse não é exatamente o nome delas, mas me parece bem apropriado. Estou me referindo às botinhas rasteiras de cano curto com cadarço, como essas abaixo – que invadiram totalmente as vitrines deste Outono/Inverno. Lembram bastante as do Peter Pan, não acham?

Fotos: Mitzi Cocoa, Olivia Harrison e Starr Crow

  1. Zara
  2. Bottero
  3. Moleca
  4. Moleca
  5. Arezzo

Elas são mais complicadinhas de se usar com calças (principalmente as cropped, que devem ser evitadas neste caso), por isso é mais fácil apostar nos minicomprimentos. Shorts vão muito bem, assim como saias e vestidinhos mais soltinhos. Saias longas também são opção! Meias-calças também são bem-vindas, principalmente as pretas ou em tom próximo ao da bota!

Se há certas limitações na hora de combiná-las (como acontece com qualquer bota), o conforto é recompensador. Eu já comprei a minha: o primeiro modelo da montagem acima, o de oncinha, da Zara. Confesso que não precisava de uma, mas não resisti quando a vi na prateleira, tão bonitinha, tão estilosa, com uma estampa tão viva – olhando para mim – logo no meu número!

Alguém mais pretende aderir (e também tem mais dicas/sugestões de como usá-las)?

Enquanto a maioria das mulheres sonham em desfilar longas madeixas pelas ruas, algumas cheias de personalidade insistem em mostrar que é possível ser bonita e feminina com cabelo curtinho. E não é curto pelos ombros, muito menos na altura da orelha. É curto mesmo, quase “de menino”!

O corte que está fazendo a cabeça das estrelas é o Pixie. Curtinho atrás e nas laterais e com a franja um pouco maior, variando de tamanho, o corte já foi marca registrada de Mia Farrow e da lendária modelo Twiggy, ícone dos anos 60. Agora reaparece com força total, tanto é que várias atrizes aderiram ao estilo recentemente. Dá só uma olhadinha:

São elas no quadro acima: Carey Mulligan, Cate Blanchett, Mia Wasikowska, Michelle Williams, Emma Watson e Hayden Panettiere.

Bom, que Cate Blanchett é diva e fica divina de qualquer jeito eu já sabia. Mas a Emma Watson me impressionou, jamais pensei que ela cortaria do nada o cabelo desse jeito, assim como a Hayden.

Mas será que esse tipo de corte fica bom em qualquer mulher?

Olha, não sou cabeleireira para responder… mas o que eu posso notar é que as 6 mulheres acima têm vários traços em comum:

  • Rosto em Formato de Diamante (maxilar estreito, testa mais larga, maçãs do rosto proeminente);
  • Olhos expressivos;
  • Boca desenhada;
  • Cabelo liso (e fino, aparentemente).

Então creio que se você tiver esse conjunto de traços, ficará muito bem com o corte.

Todas elas também são loiras… mas creio que em uma morena ficará muito belo também, tipo Jessica Stroup. Mas em loira, bem descolorida, fica um charminho a mais, né?

Mas enfim… você se atreveria a cortar o cabelo assim?

Eu não…! Admiro muuuuuuito nos outros, acho lindo… mas por enquanto essa idéia não passa pela minha cabeça! Prefiro em mim os médios e os longos!