Eita! Mas quantos termos em inglês no título desse post! Mas não teve jeito, os elementos que utilizei na composição ficaram mais conhecidos por esses nomes… Ah! Já mostro o look e aproveito pra mostrar também o meu pixie hair pela primeira vez aqui no blog!

Vinyl pants! Quem diria que um dia ainda iria usar as calças da Mulher Gato? E o melhor: que elas estariam tão em alta na moda?

Eu só tenho a agradecer, pois sempre morri de vontade de usar calças de vinil. Essas são da Renner.

Falando em vontade, outra que matei foi a de usar cabelos curtíssimos raspados com máquina, no estilo pixie! Ensaiei a vida toda, mas agora que estou platinada recebi o chamado e só tenho algo a dizer: porque esperei tanto?

É muito pratico de arrumar (e desarrumar), só dá trabalho o fato de ter que cortar toda hora (cresce muito rápido) e por isso tem refazer a cor com mais frequência (em um corte o platinado da lateral vai embora). 

O divertido de um look total black é poder brincar com as diferentes texturas e acabamentos dos materiais e tecidos, criando ao invés de um visual chapado um look glam, cheio de personalidade! E esta foi a minha proposta neste dia:

O vestido de tule com apliques bordados é da Renner. Ele é vendido individualmente, para que seja criada a sobreposição que mais lhe agrade. Pode ser sobre calça, short, camiseta, regata ou até sobre outro vestido.

No caso, estou usando por baixo dele o forro de um vestido Antix. Minha ideia era usar o vestido de tule por cima de algo que não descaracterizasse tanto sua textura e modelo, já que o achei esse uma graça quando o vi na loja!

A ankle boot com estrelas metalizadas também é da Renner. Eu adoro apliques, como já deu pra perceber, hehehe!

Essa jaqueta de couro deusa feat. maravilhosa é da Zara. Como resistir aos rebites e aos spikes de estrelas? Não tenho maturidade!

Ah! A choker é da Forever 21.

Beijinhos…!

Paixão total por um sapato! E eu não sou a única…

A Melissa Grunge, da coleção Dance Machine, vem conquistando corações desde que foi lançada, pois tem pegada da temporada: influência dos anos 90, inspiração genderless e sola grossa.

Tão cheia de personalidade, praticamente funciona com qualquer roupa. Minha escolha foi ficar no básico, dando ainda mais destaque ao calçado.

gostei-e-agora-melissa-grunge-06

gostei-e-agora-melissa-grunge-04

gostei-e-agora-melissa-grunge-03

Ainda dentro da influência dos 90, essa blusinha ombro a ombro com lastex, da Renner, é meu xodó atual. Sabe aquela peça que não tem nada de especial, mas você não consegue mais tirar do corpo? É ela pra mim! Básica, porém cheia de graça!

gostei-e-agora-melissa-grunge-02

A bolsa é da Forever 21. Resolvi manter os acessórios em tons de rosa quartzo, doce, sereno e leve, para contrastar com o preto pesado do restante do look.

gostei-e-agora-melissa-grunge-07

gostei-e-agora-melissa-grunge-05

Até no batom segui essa linha: optei pelo Boca da Julia Petit Mac misturado com o nude Hug Me. Viciei em tons de nude nos lábios!

gostei-e-agora-melissa-grunge-08

A calça jeans skinny acid wash é da Renner. Adoro essa lavagem, acho super rocker e de espírito rebelde!

Beijos!