Um novo formato para vem despontando (literalmente!) no universo da manicure: as unhas bailarina!

O formato se assemelha ao das sapatilhas de ponta usadas no ballet, sendo este o motivo do nome recebido pela tendência. As unhas vão afunilando até as pontas dos dedos (assim como acontece no formato stiletto), porém são finalizadas com uma base totalmente reta.

Para aderir, é preciso cortar e lixar as unhas num formato de V e em seguida eliminar o efeito pontiagudo do topo, até que fique totalmente reto como as pontas da sapatilha de uma bailarina. Claro que as unhas precisam estar compridas para deixá-las nesse formato, mas não há nada que as postiças, de acrílico ou gel não resolvam.

Se tratando de bailarinas, tons mais suaves combinam com o estilo, como branco, cinza claro e o nude, além de todos os tons pastel. No entanto, é possível obter resultados magníficos com tons mais escuros e profundos. Pedrinhas e glitter aplicados de maneira delicada complementam o estilo.

Simplesmente quero! E você, também gostou?

Esqueça essa história de que glitter é coisa só de Carnaval. Uma das tendências mais intensas (e brilhantes) da temporada de inverno deste ano é nada mais nada menos do que botas totalmente glitterinadas!

Não é tudo que pedimos para papai do céu? Pés brilhantes o ano inteiro! E se engana quem pensa que calçados como estes pedem uma ocasião especial. A graça está em misturá-los a looks mais básicos, criando aquele visual hi-lo super interessante, como nos exemplos abaixo:

Não tem segredo: looks em cores neutras como o branco, o preto e o cinza sempre vão funcionar com botas desse tipo, não importando a tonalidades das mesmas. Aliás, uma dica para combiná-las e usá-las em qualquer situação ou hora do dia é pensar nelas como itens neutros e básicos, esquecendo do fator brilho. Afinal, quem nunca ouviu aquela máxima: glitter is the new black? Mas é lógico que a gente pode usar um calçado tão fabuloso com o que der na telha, sem se prender a regrinhas.

Onde encontrá-las? Diversas marcas, como a Melissa, com a Rain Drop Boot, apostaram em suas versões nas coleções de inverno. A mostrada no início do post, por exemplo, é da Renner (lindíssima pessoalmente, por sinal).

As opções acima, incluindo a linda bota preta da Taquila, encontrei na nova aba do blog: SHOP! Chic, né? Dá para encontrar várias botas de glitter aqui!

Estou apaixonada e desejando todas. Porém, confesso que meu desejo é uma ankle boot de glitter pink, pela qual continuarei procurando!

Você usaria?

No verão tem aqueles dias que dá aquela vontade de morar na frente do ar condicionado. Porém, não podemos esquecer que, apesar de a sensação geladinha ser compensadora, devemos tomar alguns cuidados para que este hábito não afete, além da nossa saúde, nossa beleza. Afinal, no calor queremos estar refrescadas e bem cuidadas!

Para diminuir a temperatura do ambiente, o ar condicionado suga o ar e retira sua umidade, o que favorece o ressecamento da pele, dos cabelos e das unhas. A seguir, os principais efeitos de seu uso prolongado e como se proteger dos mesmo:

Pele

A pele de quem fica exposto continuamente ao ar condicionado pode ficar extra seca, sem brilho e começar coçar, agravando problemas de pele como rosácea (manchas avermelhadas no rosto, desencadeadas também por calor demais), psoríase e dermatite seborreica (a popular caspa, que pode dar nos cabelos e nas sobrancelhas).

Para prevenir, os cuidados devem começar no banho, que devem ser breves e não muito quentes. A dica é usar um sabonete hidratante, que ajuda a manter a camada de gordura natural da pele, grande aliada na proteção contra o ressecamento. Por isso, evite tomar mais de um banho por dia. E, mesmo assim, não esqueça de passar um hidratante depois, reforçando a proteção.

Após a limpeza do rosto com creme ou gel de limpeza, usar creme de hidratação facial à noite e pela manhã, sempre com produtos do tipo mais de adequado a sua pele.

Cabelos

Os cabelos tendem a ficar secos e quebradiços após exposição prolongada ao ar condicionado, tornando-se opacos, pouco maleáveis e com pontas duplas.

Evite prendê-los quando estiver com o aparelho ligado, para não favorecer a quebra. Após lavar e condicionar, use também condicionadores sem enxague (leave-ins) com agentes protetores que combatam o ressecamento e faça hidratações, no mínimo uma vez por semana.

Unhas

As unhas ficam fragilizadas devido ao ar ressecado, podendo quebrar e descamar com facilidade, já que a causa principal de unhas quebradiças é o ressecamento extremo da unha.

Uma maneira de combater esses efeitos é sempre usar um creme hidratante para mãos e unhas e investir em uma base fortalecedora. Também deve haver cuidado na hora de lavar as mãos, limitando a quantidade de sabão utilizado, assim como o tempo de exposição de suas unhas à água. O uso de sabonetes suaves, hidratantes, pode ser de grande auxílio.

08/02/2017