Vou falar um pouco (um pouco não, bastante!) sobre coloração Imedia Excellence Ice Colors 12.111 #Fetiche, de L’Oreal Paris, meu segredo para obter um platinado branco como a neve!

Mas calma: uso ela como complemento à descoloração e para matização dos meus cabelos em tom de branco.

ATENÇÃO: sem descolorir antes, apesar altura de tom elevada, ela não tem a capacidade de deixar os cabelos claros o suficiente para ficarem brancos, apesar de conseguir sim clarear bastante os fios (exceção: a não ser que você já seja loira natural, tipo sueca – aí sim ela provavelmente dá conta do recado sozinha!).

Uso também, obviamente, para corrigir a altura do tom em eventuais partes que não atingiram o nível de clareamento suficiente na descoloração. Para quem não sabe, mesmo o cabelo descolorido ao máximo não fica totalmente branco, sempre sobra um leve amarelinho residual (o máximo que chega é ao tom do interior de uma casca de banana). É normal isso! Para conseguir a tonalidade de branco frio, é necessário utilizar produtos que neutralizem totalmente qualquer resquício de amarelo, como tonalizantes e matizadores.

E é basicamente para esta finalidade que utilizo a Imédia Ice Colors 12.111, apesar de ser uma coloração permanente pra valer. E já adianto: é a melhor coisa (e a mais efetiva) que já utilizei para deixar meu cabelo branco. Realmente branco (não cinza, nem loiro claro)!

Ah, o melhor: ela ainda dá aquela disfarçada na raiz do meu platinado, quando já está um pouco crescidinha!

O motivo dela funcionar tão bem é essa tal de Neutralização de Triplo Cinza, que realmente é capaz de neutralizar os tons de amarelo e laranja, principalmente em cabelos em tons de loiro bem claro. É mais fácil conseguir tal resultado quando se tem 3 tons diferentes de pigmentos em sua composição ao invés de só um, como a maioria das tintas. Na 12.111 #Fetiche, o roxo quebra o amarelo; o azul quebra o alaranjado; e o cinza, por sua vez, deixa o tom mais frio.

Explicou mais sobre a neutralização de reflexos indesejados aqui.

Ela só não consegue deixar branquinho cabelos virgens em tons acima do loiro escuro porque neles encontra mais quantidade de pigmentos amarelos e laranjas (naturalmente presentes no interior dos fios) para neutralizar, por isso o resultado não é tão frio quanto num cabelo previamente descolorido (no qual grande parte desses pigmentos já foi removida anteriormente). Mesmo assim, no meu cabelo natural, que é loiro escuro, consigo obter só com o uso da tinta um tom de loiro na altura do 10, levemente cobre/amarelado ( como observo quando aplicada a tinta na raiz crescida).

Na caixinha:

  • 1 Sérum Protetor (12ml)
  • Creme Colorante (47g)
  • Revelador (70ml)
  • Tratamento Condicionante (60ml)

O Sérum Protetor (veja foto do conteúdo do sachê aberto aqui) é o amor da minha vida. Não só pelo cheirinho ser delicioso, mas porque ele realmente protege. Digo isso porque eu sempre roubo um pouco dele para passar antes da descoloração e ajuda muito a preservar os fios. Já esqueci de usar uma vez e me arrependi profundamente.

O Revelador é nada mais que Água Oxigenada de 40 Vol. Sim, 40 Vol, a mais forte de todas. E, incrivelmente, eu uso mesmo assim, no cabelo descolorido e nunca tive problemas! PORÉM, lembre-se: meu cabelo é super curto (pixie hair) e está constantemente sendo cortado e renovado. Se eu tivesse cabelo maior, não ousaria cometer essa loucura. Certamente, utilizaria com uma água oxigenada mais suave no cabelo já descolorido (de 10 ou 20 Vol, por exemplo), pois neste caso não há necessidade de usar uma volumagem que ofereça alto grau de clareamento.

Mas atenção: se diminuir a volumagem da oxigenada, a tinta não vai ter poder algum de clarear qualquer sinal de raiz natural que já tenha crescido em seu cabelo, agindo de maneira insuficiente, deixando possivelmente a região em um tom de marrom acobreado indesejável. Portanto, só faça isso se for utilizar ela no cabelo totalmente descolorido.

No geral, aplico o produto seguindo as instruções do folhetinho à risca:

  1. Passo o Sérum Protetor, evitando a raiz.
  2. Coloco o conteúdo da bisnaga do Creme Colorante no frasco do Revelador e agito bem para misturar.
  3. Quebro o lacre do frasco e começo a aplicar a mistura no cabelo. Deixo agir por 50 minutos e enxáguo.

O que faço de diferente: não costumo usar o Tratamento Condicionante no dia em que tinjo o cabelo, prefiro usar um produto com uma carga proteica de aminoácidos para repor o que foi perdido no processo e uma bela máscara. No entanto, não o desperdiço: uso algumas vezes durante o mês como condicionador. Além disso, sempre lavo o cabelo com shampoo imediatamente após o enxágue. Aproveito para usar um shampoo bem hidratante e nutritivo e já removo boa parte do excedente de tinta.

Enfim, voltando à aplicação: a mistura, no começo, é branquinha, mas logo começa a ficar roxinha (roxo azulada, pra ser mais específica) e vai escurecendo. No final, fica hiper mega roxa, como mostro abaixo:

Normalmente, eu só passo a coloração na região mais próxima a raiz o possível, que é onde o cabelo sempre está mais amarelado e a raiz crescida aparece. Porém, uns 5 minutos antes de tirar a tinta, passo o que ainda sobrou dela até as pontas (ou dou aquela “puxada” do produto da raiz para as pontas), para dar aquela uniformizada no tom. E foi nesse período que tirei a foto acima!

Sabe aquela máscara facial que faz milagres na pele? A L’Óréal lançou uma linha’com 3 delas: Máscara Detox Argila Pura.

Para todos tipos de pele, as 3 versões tem funções distintas, que se complementam: Matificante, Iluminadora e Esfoliante. Em comum, essas 3 versões possuem entre seus ingredientes 3 argilas puras:

  • Caolin: altamente concentrada, absorve o excesso oleosidade;
  • Bentonita: combate as imperfeições;
  • Marroquina: ilumina e clareia a pele.

Máscara Detox Argila Pura Matificante

De cor verde, vem com extrato de eucalipto, que age eliminando a oxidação do sebo. Por isso, é ideal para purificar a pele, controlar a oleosidade e atenuar as imperfeições. E o melhor: reduz os poros dilatados, típicos de quem sofre com a pele oleosa.

Aparentemente cremosa, ela desliza bem na pele no início, mas rapidamente adquire uma textura similar à de cola. Ao secar, forma um filme consistente e firme na pele (mesmo com pouco produto aplicado). A sensação na hora da aplicação é de refrescância e adstringência (pode arder um pouquinho também). Após o uso, a pele fica muito macia, lisinha, sequinha e realmente os poros são reduzidos. Sofro com o problema e amei o resultado proporcionado.

Máscara Detox Argila Pura Iluminadora

De cor cinza escura, possui carvão mineral ativado (com propriedades magnéticas) que clareia e uniformiza a pele. É a mais cremosa no início, porém seca rapidinho e forma um filme bem leve. Perfeita para quando a pele está com aquela aparência sem vida, opaca e cansada, com manchas e marcas de acne. A máscara realmente revela um glow natural, após o uso logo se nota a diferença.

Máscara Detox Argila Pura Esfoliante

Em tom terroso, contem extrato de algas vermelhas, que remove as células mortas e o excesso de oleosidade do dia a dia, ainda mais aliada às partículas esfoliantes presentes no produto, que ajudam a remover os cravos. Quanto à textura, é a mais leve de todas. Não chega a tingir completamente o rosto na aplicação e nem forma um filme. Proporciona suave esfoliação.

A recomendação de uso de todas as versões é que se aplique uniformemente na pele limpa, por todo rosto, evitando a área dos olhos e lábios, deixando agir de 10 a 15 minutos, repetindo a aplicação 3 vezes por semana.

28/02/2018

Na onda dos produtos mais leves e menos agressivos para a lavagem e tratamento dos cabelo, a Elseve lançou a revolucionária linha Light Poo Tudo em 1, sem sulfato, petrolato e parabeno, considerados danosos aos fios.

gostei-e-agora-elseve-light-poo-tudo-em-1-supreme-control-4D-01

Elseve Light-Poo Tudo em 1 Creme de Limpeza Inteligente promete lavar sem ressecar, condicionar sem pesar e modelar sem resíduos, tudo isso em um único passo. Foram lançadas 4 versões para atender as necessidades de cada tipo de cabelo (as quais mostrarei e falarei mais adiante).

Neste post irei focar no Supreme Control 4D e ao final do post dar um parecer conclusivo sobre o que realmente achei do produto.

gostei-e-agora-elseve-light-poo-tudo-em-1-supreme-control-4D-04

Elseve Light-Poo Supreme Control 4D  é o mais adequado para cabelos ondulados e cacheados sem forma, exatamente o meu tipo de fio. A missão é lavar delicadamente, sem ressecar, deixar a fibra maleável, eliminar o frizz e o efeito armado e ainda modelar as ondas naturais, mesmo que debaixo da água.

Já testei 2 vezes o produto e fiquei extremamente surpresa com o resultado. Como tenho o cabelo bastante oleoso, tinha bastante receio de que o produto não desse conta de limpar meus fios apropriadamente. Mas, ao contrário do que imaginava, ele deu super conta do recado, deixando meu cabelo solto, perfumado e bem leve.

gostei-e-agora-elseve-light-poo-tudo-em-1-supreme-control-4D-02

gostei-e-agora-elseve-light-poo-tudo-em-1-supreme-control-4D-07

O produto vem com um aplicador com formato pump, super prático. Ele trava e destrava virando a válvula para o ladinho, o que o torna adequado para se levar na mala sem vazar.  Na embalagem, vem recomendada a dose ideal de acordo com o comprimento do cabelo. Como tenho fios médios, a medida para mim são 6 “apertadas”.

No primeiro dia de teste usei com meu cabelo mega sujo e estranhei bastante na hora da lavagem, pois ele não faz absolutamente espuma nenhuma. Fiquei insatisfeita com as 6 pumps, apelei para 9, mas não acho que tivesse necessidade, pois o que me incomodava mesmo era a ausência da espuma e era ela que eu estava buscando sentir. No segundo dia já me dei bem com as 6 apertadelas.

gostei-e-agora-elseve-light-poo-tudo-em-1-supreme-control-4D-05

No entanto, é normal e esperado que o produto não faça espuma, já que não tem sulfato, o responsável pela criação do efeito espumado. O sulfato é uma espécie de detergente com alto poder desengordurante. O problema é que, para que realize essa limpeza tão profunda, a substância abre demais as escamas dos fios e acaba removendo, além da sujeira, lipídios naturais do cabelo e do couro cabeludo, responsáveis não só pela sedosidade, como também pela proteção capilar. Ou seja: lava além do que devia, diminuindo a hidratação e causando ressecamento.

Como já disse acima, meus fios ficaram limpinhos e soltos somente com a utilização do Light-Poo. Uma limpeza delicada, diferente da fornecida pelos shampoos intensos e adstringentes que uso para combater a oleosidade da minha raiz, que deixam aquele som de “cabelo cantando” no final lavagem.

Uma dica: agregue mais um pouquinho de água à raiz do cabelo após ter aplicado o produto na região e emulsione, pois a sensação de estar limpando e sendo absorvido pelos fios melhora. Outro toque: como meu cabelo é ralo e fino, apliquei o produto só na raiz, deixando a água na hora do enxágue fazer o serviço de espalhá-lo pelo comprimento dos fios até às pontas. Tudo isso para meu cabelo ficar o mais leve o possível.